Fone: (47) 3325-2731 | Email: comercial1@flexoblu.com.br;





UPM Raflatac firma parceria no projeto Bacias Jaguariúna no Brasil

A Mata Atlântica que abrange principalmente toda a área costeira do Brasil é um dos biomas mais ecologicamente ameaçados do país. A UPM Raflatac tem o prazer de anunciar que contribuirá na proteção desse ecossistema vital ao colaborar no projeto de reflorestamento de um hectare no Rio Jaguari.

A UPM Raflatac firmou uma parceria com a Prefeitura Municipal de Jaguariúna, Ambev, The Nature Conservancy, Associação Mata Ciliar, Embrapa e com a Agência das Bacias PCJ para este projeto de reflorestamento ao longo de um trecho do Rio Jaguari, na cidade de Jaguariúna, onde a UPM Raflatac do Brasil está sediada e opera um terminal com suporte para o mercado da América do Sul. O projeto terá início na quarta-feira, 5 de outubro, com um evento especial de plantio de árvores com participação de estudantes locais e dos funcionários da UPM Raflatac.

Parte do "Programa Bacias Jaguariúna" da cidade, que cria parcerias com empresas locais, o Projeto de Reflorestamento criará uma área de segurança para os ribeirinhos ao longo do Rio Jaguari, que colabora com 95% de fornecimento de água para a cidade. Essa área recuperada ajudará a melhorar a qualidade da água evitando que poluentes cheguem ao fluxo do rio e, com a plantação de 1.666 espécies de árvores nativas de mata atlântica, construção de cercas na área recuperada e com sua recuperação contínua, o rio correrá mais limpo, como nunca antes visto. O projeto terá duração de dois anos com a prevenção de incêndios, tratamento do solo, irrigação e crescimento das árvores plantadas.

De acordo com a The Nature Conservancy, a Mata Atlântica é uma das matas mais importantes da Terra, lar de uma a cada 20 espécies vertebradas do planeta e 20 mil espécies de plantas diferentes. Já ocupou uma área duas vezes o tamanho do estado do Texas nos EUA e, atualmente, apenas 12% da Mata Atlântica original é mantida em decorrência da urbanização, agricultura, fazendas de gado e exploração da madeira. Apesar da redução expressiva ao longo dos anos, ela ainda é uma das maiores matas tropicais da Terra.

Como parte da UPM, The Biofore Company, a UPM Raflatac tem o objetivo de fazer a diferença de forma positiva para o meio-ambiente independentemente de onde seja. O programa de biodiversidade global da empresa consiste na proteção da água, matas naturais e espécies nativas que são áreas essenciais. Esse programa mantém e aumenta a biodiversidade em matas e promove práticas recomendadas de silvicultura sustentável e fornecimento de madeiras há mais de duas décadas. Além disso, o Projeto de Reflorestamento do Rio Jaguari é apoiado pela solicitação das Nações Unidas para todos os países na ajuda do reflorestamento para a redução da ameaça de alteração climática global.

"Este projeto é uma excelente oportunidade para os funcionários da UPM Raflatac se envolverem e contribuírem com a sustentabilidade de nossa comunidade local aqui no Brasil", afirma Maurício Médici, Gerente geral, UPM Raflatac Brasil. "A bacia do Jaguari é a alma da região e é nosso dever protegê-la por um longo período. Agradecemos nossos parceiros locais pela cooperação nesse importante projeto de reflorestamento."